Doce de buriti com batata-doce

O buriti é fruto de uma palmeira muito generosa, pois podem contribui com óleos, sedas, talos, folhas e óleos. Nesta receita, combinamos o sabor levemente ácido do buriti com a batata-doce! Continuar lendo “Doce de buriti com batata-doce”

Berinjela com farofa de milho

A berinjela possui muitas vitaminas e minerais e, quando assada, fica mais fácil de digerir, pacificando todos os humores! Continuar lendo “Berinjela com farofa de milho”

Focaccia de milho com tomates secos

Esta versão é sem glúten e sem lactose! A massa ficou bem macia e a combinação, muito saborosa! Continuar lendo “Focaccia de milho com tomates secos”

Torta de cenoura com trigo sarraceno

Esta torta é sem glúten e, embora sendo de cenoura, seu sabor não é evidenciado, pois colocamos algumas especiarias e nozes. Continuar lendo “Torta de cenoura com trigo sarraceno”

Rocambole de buriti

Rocambole sem glúten e sem lactose! A massa só leva um pouco de farinha de arroz integral e o buriti está na massa e no recheio. Continuar lendo “Rocambole de buriti”

Rocambole de espinafre e coco

Nutritivo e saboroso! Esta receita é sem glúten e sem lactose. Além de colorida, a combinação também ficou muito leve! Continuar lendo “Rocambole de espinafre e coco”

Moqueca de couve-flor

Esta moqueca vegetariana é mais uma forma de variar o consumo da couve-flor. Ficou deliciosa e pode ser servida com qualquer variedade de arroz, batatas… Continuar lendo “Moqueca de couve-flor”

Arroz de couve-flor com pesto de manjericão

Esta é uma ótima e rápida alternativa para substituir o arroz. Além disso, uma forma de variar o consumo da couve-flor! Continuar lendo “Arroz de couve-flor com pesto de manjericão”

Hambúrguer de lentilha

Ótima opção para variar o consumo da lentilha! A consistência e o sabor são deliciosos e podem integrar a refeição do almoço ou lanche. Continuar lendo “Hambúrguer de lentilha”

De Moçambique, o doce de mafura!

De sabor adocicado e um colorido que aguça o paladar, a mafura, fruta típica da região de Moçambique, pode ser saboreada como creme, bastando misturar com açúcar.   Continuar lendo “De Moçambique, o doce de mafura!”